Acne

 Acne
Acne é um distúrbio que afeta principalmente adolescentes, mas com grande incidência em adultos. Suas causas são variadas, e inclui a genética, fatores hormonais, agentes microbianos da pele, secreção sebácea, além de fatores externos, como alimentação, estresse, hábitos de vida, uso de cosméticos e uso de algumas medicações via oral.

A grande maioria dos pacientes melhora naturalmente até os 20 anos, mas uma parcela cada vez maior de pessoas apresenta acne até os 30 anos, ou mais.

Existem vários graus de intensidade da acne. A acne grau 1 é aquela que se apresenta apenas com comedões (cravos). Na acne grau 2 surgem as papulas e pústulas ( bolinhas vermelhas e outras com pus amarelo) . A acne grau 3 é mais grave, na qual surgem nódulos e cistos , com grande potencial para deixar cicatrizes. Na acne grau 4, os nódulos e cistos são mais proeminentes com formação de canais entre as lesões. Neste caso as cicatrizes podem ser do tipo quelóide.

O tratamento da acne é direcionado para o grau da doença. Nos casos brandos, o tratamento tópico (gel , creme , loções) consegue controlar o quadro na maioria das vezes. Nos casos de lesões de acne inflamada, lança-se mão de medicações por via oral (antibióticos e isotretinoína) . A acne da mulher adulta, a paciente de beneficia do uso da pílula anticocepcional , e na impossibilidade do uso destas, podem ser empregadas outras medicações com efeito semelhante. Em paralelo indica-se limpeza de pele e em alguns casos peelings (veja peelings) podem ser empregados para acelerar e melhorar o resultado. Há diversas terapias mais recentes para acne, como a terapia fotodinâmica, luzes especiais (Leds), Luz Intensa Pulsada, entre outros.

Nos casos de acne grave é importante que o tratamento seja iniciado o quanto antes nos casos de acne grave, a fim de se evitar a formação de cicatrizes.

Atendimento especializado profissional